X

Como Fazer um Projeto Social: Elaboração, Como Legalizar



Poucas coisas são tão reconfortantes e benéficas para o ser humano quanto trabalhar em prol do próximo. Em momentos extremamente delicados e repletos de dificuldades e incertezas como o que vivemos atualmente, com o país dividido e disputas de poder influenciando a vida das pessoas mais pobres, e aprendendo como fazer um projeto social é uma das formas mais sinceras e justas de se organizar em volta de uma causa e impactar de forma positiva quem está em situação mais vulnerável.

Entretanto, nosso país ainda carece de projetos sociais em regiões mais afastadas, o que resulta em um agravamento ainda pior da situação social dessas mesmas pessoas. Confira então nesse texto sobre como criar um projeto social e quais as informações que você precisa se atentar, tanto na parte interpessoal quanto legal!


Como Fazer Um Projeto Social

Trabalhar em prol do próximo, esse é o maior principio do Projeto Social (Foto: Qualimais)

Leita Também: Oportunidade de trabalho em casa: Franquias



 

Não se deixe enganar, a gestão de um projeto social não é nada fácil e exigirá muito empenho, dedicação e administração, assim como uma empresa que está nascendo necessita.

Você precisa ter em mente as dificuldades que irá enfrentar e as principais âncoras que você terá que manterão o seu projeto no eixo e focado em um objetivo claro. Por isso a importância de, desde o princípio, visualizar o que você espera do projeto e como ele se organizará.

Tipos De Projeto Social que você pode exercer

Existem diversas opções de projetos sociais e essa variedade torna possível a criação de programas sempre originais e de apoio às mais diversas causas. Um dos tipos mais conhecidos de projetos sociais são os educacionais, que normalmente buscam oferecer oficinas de leitura, aprendizado e afins para jovens sem escolaridade.

Há os projetos de esporte, construção de moradias solidárias, alimentação para moradores de rua, projetos de inclusão religiosa para populações de regiões afastadas, projetos de exibição e inserção no meio cultural e programas de inclusão para deficientes como cegos, surdos e afins.

 Aprenda a Legalizar um Projeto Social

Assim como uma empresa, há burocracias que precisam ser realizadas mesmo em um projeto social sem fins lucrativos. Logo, é preciso legalizá-lo assim que já tiver sua estrutura definida.

Elaborar uma ata de constituição da entidade, que não precisa ser muito complexa mas que deve atender a todos os requisitos mínimos é um dos passos para fazer um Projeto (Foto: Escola ObedeEdom)

Primeiramente, é preciso elaborar uma ata de constituição da entidade, que não precisa ser muito complexa mas que deve atender a todos os requisitos mínimos. Em seguida, registra-se a mesma em cartório e, a nível estadual e municipal, se seguem as mesmas regras de registro de pessoa jurídica, sempre atentando para o fim social e sem fins lucrativos da organização (o que isenta da maioria das taxas).

Roteiro Para Elaboração:

1) Definição do tipo: Como já falado, a primeira coisa a se fazer é entender qual o tipo de projeto social que você quer organizar. Pesquise sobre os aspectos positivos e negativos de cada um e tome sua decisão logo no início da elaboração do projeto!

2) Criação da estrutura: Agora você precisa pensar na parte mais burocrática. O projeto atuará de forma contínua ou apenas em eventos específicos? De onde virá o financiamento do projeto? A organização terá uma sede física? Onde ela será?

3) Legalização do projeto: Com as respostas dessas perguntas em mente, hora de recolher seus documentos e regularizar o seu projeto junto ao cartório e aos órgãos públicos!

4) Contato com instituições parceiras ou áreas de atuação: Uma vez em conforme com a lei, comece a contatar instituições parceiras dispostas a trabalhar com você e comece a contatar os líderes locais das suas possíveis áreas de atuação.

5) Hora da ação: Comece os preparativos para o projeto, recolha informações, divulgue e comece a fazer a diferença!

Leita mais: A palavra trabalho tem sempre o mesmo significado?

Como Fazer Um Projeto Esportivo

Um projeto social esportivo necessita de algumas questões a mais que precisam ser levadas em consideração. Apesar da sua importância enorme, já que influencia os jovens a terem uma vida mais saudável e pode inclusive ser a razão da descoberta de grandes atletas, é preciso se questionar se você terá a capacidade de oferecer a infra estrutura necessária para a realização de tal evento. Terão quadras poliesportivas? Quadra? Fornecimento de tênis e chuteiras? Pense bastante na estrutura geral do evento e invista para criar algo que realmente mude a vida das pessoas!

Projeto Para Jovens

Existem projetos voltados para a educação de pessoas idosas, fornecimento de alimentação para adultos em situações vulneráveis e afins, mas de longe o grupo que mais recebe (e necessita) de projetos são os jovens. O impacto do projeto social na vida de um jovem é incomparável, podendo fornecer as bases do que serão a sua conduta e seu caráter por toda sua vida. Trabalhar com jovens é trabalhar com o futuro da nossa própria sociedade, e eles de bom grado participarão de projetos esportivos, culturais e educacionais, o que torna tudo ainda mais fácil e prazeroso.

Como Montar Um Projeto Social Na Igreja

 Uma excelente forma de começar o seu projeto social é criá-lo em associação com alguma igreja ou associação religiosa. Muitas vezes estas possuem uma íntima relação com causas sociais, o que traz muita experiência e preparo ao seu projeto e pode garantir o seu sucesso. A igreja costuma trabalhar de forma muito proativa em projetos educacionais (especialmente de leitura) e de inclusão religiosa, como o oferecimento de catequese à população carente.

Como Fazer um Projeto Social: Elaboração, Como Legalizar
Avalie!
A Redação :